sexta-feira, 27 de abril de 2012

APAE de Dourado, Inclusão Social e Digital.



O Acessa SP recebeu nesta quinta-feira (27/04) uma visita especial e com muita satisfação apresenta o trabalho realizado pelos funcionários, professores e Diretores da associação onde apresentam belíssimos projetos de inclusão social e educação ambiental aos nossos amigos excepcionais em Dourado.

Acompanhados pelas Professoras Márcia e Fátima apresentaram aos alunos fotos do Perfil do Facebook que criaram recentemente e todos puderam se divertir vendo-se nessas fotos.









Quero parabenizar e agradecer pela visita que me fizeram no Acessa SP e colaborar de uma certa forma em divulgar seus projetos pois tratam Temas Diversos como:

Educação Ambiental: A necessidade de usar produtos ecologicamente corretos evitando a poluição de rios, nascentes, na utilização de produtos reciclados.
A APAE de Dourado recolhe do comércio e aceita doações do papel reciclado, confeccionando sacolas que são vendidas ajudando nas despesas da instituição.





Projeto Culinária: Trabalho realizado e acompanhado pelos professores ensinando aos alunos receitas como o pão caseiro, farofa fria, arroz, entre outros.







Projeto Sabão de óleo reciclado: Ainda está em inicio de implantação, porém visa o aproveitamento do óleo de cozinha para fabricação de sabão que não agride o meio ambiente.

A Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - APAE - de Dourado foi fundada em 1976, por membros da sociedade civil douradense, com o intuito de proteger e desenvolver a capacidade de aprendizagem das pessoas portadores de necessidades especiais (físicas ou intelectuais), do município e da região.

Não tendo uma sede própria, a entidade funcionava nas dependências da Sociedade Assistencial ao Menor de Dourado – SALMER –, onde eram atendidos oito alunos com necessidades específicas.

No ano de 1977, a associação foi reconhecida como Utilidade Pública Municipal sob a Lei 186/77. Mas, somente em 17 de maio de 1981, graças ao empenho da diretoria e da comunidade douradense, foi inaugurado o prédio próprio da entidade, com sede à Rua 13 de Maio, nº. 29, Centro. A instituição, então, passou a chamar Escola de Educação Especial “Dr. José Buzzá”, em homenagem a seu idealizador, fundador e 1º presidente.
Nesta época, trinta e dois alunos freqüentavam a escola.

Fica aqui uma singela homenagem a todos que direta ou indiretamente colaboram no intuito de promover a Inclusão Social e Digital melhorando a qualidade de vida dos portadores de necessidades especiais eliminando o preconceito e assegurando o pleno exercício da cidadania.


Fotos de passeios e eventos da APAE de Dourado:





























Veja também neste Blog: